quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Simão procura, procura...



Simão procura, procura
Procura a sua cura
Vai ao padre e ao curandeiro
Ao que encontrar primeiro

Vai ao doutor
Não lhe passa a dor
Não lhe encontra nada
Vida desgraçada

Gasta o seu salário
E no seu calvário
Vai-se-lhe a esperança
E mais e mais se cansa

Foi ao centro espírita
(Coisa que o irrita)
Queria um milagre
Soube-lhe a vinagre

Queria até pagar
Mas p'ra seu azar...
"Milagres não há"
Disseram-lhe lá

Há que ir mais mais fundo
Pois cá neste mundo
Não existem seres
Com superpoderes

Amigo Simão
Tens a solução
E está mesmo aqui
Está dentro de ti

Acha quem procura
E é simples a cura
Para os males teus:
SÓ EXISTE UM DEUS!


Denise (Esp.), 28.12.2014



Este blog acaba aqui. 


Visite APONTAMENTOS ESPIRITISMO, uma compilação de textos não psicografados publicados nos media espíritas  e não espíritas.
Abraço amigo a todos os que nos brindaram com a sua visita.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Ressurreição ou reencarnação?



Só nesta pequena aldeia
Viveram tantos milhões
Dá para fazer ideia
De tantas... "ressurreições"?

Milhões e milhões de seres
A regressarem à vida
Com as ideias e saberes
De cada época ida?

A Humanidade cresceu
Em Ciência e Razão
E o que amadureceu
Foi pela reencarnação

Eduardo, 21.12.2014

domingo, 7 de dezembro de 2014

Contra a maré




Que importa perder a vida
Por amor da Liberdade?
Nenhuma causa é perdida
Se se defende a Verdade

Fracos ganhos representam
As vãs glórias cá da Terra
Bem-hajam os que se contentam
Com as que a Eternidade encerra

Ainda que estejas sozinho
A remar contra a maré
Deus te ajuda no caminho
Segue no rumo de Fé


Policarpo, 7 Dezº 2014

domingo, 30 de novembro de 2014

Boas Intenções





Fazer o Bem?
Que complicação!
Dá-se o que se tem…
E se nos falta o pão?

Fazer o Bem?
Que dificuldade!
A gente quer, porém…
Falta oportunidade

Fazer o Bem?
Ciência complexa
Então quem a tem
Que o faça e se mexa

E com mil desculpas
P’ra nada fazer
Somamos as culpas
De não querer saber

Com o mal alheio
Está a gente bem
E o inferno cheio
De intenções de Bem

Saul, 30 NOVº 2015

domingo, 23 de novembro de 2014

Nem herói nem santo




Passam desapercebidos
Os valentes devotados
Que valem aos desvalidos
Sem se fazerem notados

Não pedem filiação
Porque aliviem a dor
Cada homem é um irmão
Quem ama não faz favor

Professem credos diferentes
Vejam-te como inimigo
 Ajuda e não te perguntes
Se o fariam contigo

E não é por causa disso
Que tu és herói ou santo
Sempre, sem que dês por isso
 Há quem te faça outro tanto


Arnaldo, 23/11/2014

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Riqueza



O mais rico dos homens é o mais generoso.

Serafim
26.10.2014

Dar



Todo o que reparte
Daquilo que é seu
Está a dar parte
Do que Deus lhe deu

Serafim
26.102014

terça-feira, 30 de setembro de 2014

David e Golias



Pequeno pastor David
Em tempos de aflição
Tão valente quanto humilde
Foi salvador da nação

Com uma pedra na funda
E pontaria impecável
Causou mazela profunda
No inimigo implacável

Deus não nos pede proezas
De tão grande precisão
Nem rituais, nem riquezas
Preceito ou religião

Mostra o teu heroísmo
Na luta, todos os dias
Contra o orgulho e o egoísmo
São esses o teu Golias

Texto e desenho: Fernando (Esp.)
ENL, 28.9.14

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Suave Anoitecer



No suave anoitecer
Cantam doce melodia
Os melros, para dizer
Que assim se despede o dia

Despontam no horizonte
Por sobre o azul do mar
Acima da nossa fronte
Outros mundos a brilhar

Tudo à volta se aquietou
É a hora das perguntas
Porque será que aqui estou?
Quantas maravilhas juntas...

Nos mundos que vão rolando
Na imensidão escura
Há outros seres perguntando
Como eu, também à procura

Pede a Deus que te auxilie
Cada dia a ser melhor
Pode ser que Ele te envie
P'ra perto desse esplendor


Desenho: Maurício (Esp.)
Texto: Samuel (Esp.)

14.Setº.2014

ENLSB

domingo, 7 de setembro de 2014

Palavras à Deriva



A linguagem falada e escrita é um substituto provisório da linguagem do pensamento, prevalecente no Mundo Espiritual.
Imperfeita e insuficiente, à palavra dita ou impressa falta a intenção exacta do emissor.
Sem o impulso do coração de quem a profere, a palavra é um veleiro sem vento.
Ao receberes qualquer mensagem, cuida de averiguar o rumo que lhe imprimiram. Decisões infelizes são tomadas com base no próprio juízo, quantas vezes precipitado, sobre as palavras alheias. Naufragam amizades, crenças e bons propósitos, devido a equívocos facilmente evitáveis.
Humberto

ENLSB, 7.9.2014

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Templo da consciência

Meritório é o arrebatamento d'alma, o calor que irradia do coração tocado pela palavra Divina. Porém, ao contacto das impurezas do mundo, as melhores resoluções se protelam, erodem e se dissolvem no descaso. Ao saíres do templo onde aprendes e te edificas, transporta-o no templo da tua consciência e não o deixes macular-se. Ao regressares, alegra-te. A casa limpa que encontras reflecte o teu estado interior.
Ernesto, 24.8.14
ENLSB

sábado, 23 de agosto de 2014

"Desconfiai dos falsos profetas!"





Expor um falso profeta
É obra de Caridade
Evita-se que cometa
Muita aldrabice e maldade

Se avisas o teu irmão
De que vem lá tempestade
Avisa-o do charlatão
Que explora a credulidade

Demonstrarás caridade
Sentindo dó do tratante
Mas o amor à verdade
É muito mais importante

Um falava, o outro ouvia
Um roubado, outro ladrão
Está descansado que um dia
Ambos te agradecerão

Fernando, 17.8.14

ENLSB

"Desconfiai dos falsos profetas! Esta recomendação é útil em todos os tempos, mas sobretudo nos momentos de transição, em que, como neste, se elabora uma transformação da humanidade. Porque nesses momentos uma multidão de ambiciosos e farsantes se arvoram em reformadores e messias. É contra esses impostores que se deve estar em guarda, e o dever de todo homem honesto é desmascará-los".
Excerto da comunicação do Espírito Erasto (Paris, 1862), em  "O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO", Cap. 21 – FALSOS CRISTOS E FALSOS PROFETAS, INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS, II – Caracteres do Verdadeiro Profeta.
Nota: A psicografia, e a citação, referem-se não a quem tem crenças e opiniões diferentes das do Espiritismo, mas a toda a pessoa ou instituição que sejam manifestamente e conscientemente fradulentas, explorando as dificuldades alheias em seu benefício. Não faltam, infelizmente, oportunistas que se aproveitam do desconhecimento dos outros para lhes venderem promessas de alívio de problemas espirituais. O que é do âmbito da Espiritualidade, não se deve comercializar. Jesus nunca cobrou, mas há, infelizmente, quem se diga seu discípulo, e cobre. Ainda por cima e só por promessas vãs.